Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

Destaques

Notícias

  • 6 setembro 2019 | SEF detém cidadão estrangeiro com mandado de captura internacional

    O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, ontem, no Aeroporto de Lisboa, um cidadão estrangeiro, alvo de um mandado de captura internacional para efeitos de extradição para a Alemanha.

    O indivíduo, de 24 anos, que foi intercetado pelo SEF no controlo documental de fronteira realizado aos passageiros de um voo com destino a Otopeni, Roménia, vai ser hoje presente ao Tribunal da Relação de Lisboa, que determinará os ulteriores trâmites do processo de extradição para a Alemanha 

    O SEF detetou, ainda, três cidadãos estrangeiros na posse de documentos falsificados durante o controlo de um voo para Dublin.

    Um dos passageiros apresentou um documento de identificação emitido pela República Checa, um outro um documento de identificação e carta de condução, ambos emitidos pela Grécia, e o terceiro passageiro detido apresentou um passaporte falsificado e emitido pela Eslovénia.

    Os documentos fraudulentos serão entregues em juízo, junto com os detidos.

    Ler mais

  • 30 agosto 2019 | SEF deteta trabalhadores ilegais no Alentejo e no Algarve

    ​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), no âmbito de uma operação de fiscalização realizada pela Autoridade para as Condições de Trabalho, em conjunto com a Guarda Nacional Republicana (GNR) numa exploração agrícola em Ferreira do Alentejo, notificou para abandono voluntário do Espaço Schengen, no prazo de 20 dias, quatro cidadãos estrangeiros em situação irregular em território nacional.

    Ao todo, no local, encontravam-se 14 cidadãos estrangeiros, nomeadamente oriundos da América do Sul e Leste europeu. Pela utilização de mão de obra ilegal, serão instaurados às entidades empregadoras os respetivos procedimentos contra ordenacionais.

    Também no Algarve, em duas praias do concelho de Albufeira, o SEF, conjuntamente com a Polícia Marítima e com a GNR, levou a cabo várias ações de fiscalização a vendedores ambulantes, na qual foram identificados 15 cidadãos estrangeiros, dos quais dois se encontravam em permanência irregular, pelo que foram notificados para abandonar o território nacional.

    Foram ainda instaurados dois processos de contra ordenação a dois cidadãos estrangeiros por se encontrarem a exercer uma atividade profissional independente sem habilitação para o efeito.

    Ler mais

  • 27 agosto 2019 | Suspeito de crimes de burla e de auxílio à imigração ilegal detido em França

    ​Na sequência de um mandado de detenção europeu, requerido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ao Ministério Público, foi detido em França, no passado dia 22 de agosto, o principal suspeito da prática de sete crimes de burla qualificada, de seis crimes de auxílio à imigração ilegal com intenção lucrativa e de cinco crimes de usurpação de funções, todo eles praticados entre 2017 e 2018.

    O detido, um cidadão estrangeiro, angariava no Reino Unido cidadãos brasileiros em situação irregular, aos quais prometia a legalização e/ou nacionalidade portuguesa a troco de milhares de libras esterlinas e euros.

    Fazendo-se passar por advogado, assegurava ter contatos privilegiados junto do SEF. Desta forma, celebrava pretensos contratos de prestação de serviços jurídicos e emitia pretensos documentos com validade jurídica, destinados a salvaguardar os interesses das suas vítimas, mediante a promessa de que era advogado ou jurista especializado em “direito de imigração".

    Após celebrar estes falsos contratos de mediação jurídica, pelos quais cobrava milhares de libras, promovia a sua vinda para Portugal sem que os mesmos tivessem qualquer enquadramento legal e sem encetar qualquer diligência com vista à sua legalização.

    Em Portugal, e encontrando-se as vítimas já em situação de debilidade financeira, contava com a colaboração de uma técnica de contas, já constituída arguida, que a mando dele praticava alguns atos formais junto das finanças e da segurança social.

    Já em Lisboa, o detido reunia-se esporadicamente as vítimas, às quais assegurava serem estas as últimas diligências para conclusão da prometida legalização e cobrando mais algumas centenas de euros.

    Irá, agora, ser presente à autoridade judicial portuguesa para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

    Ler mais

Contactos

Rede fixa

808 202 653

Para marcações e informações

Rede móvel

808 962 690

Para marcações e informações

Email

gricrp.cc@sef.pt

Para informações