Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

Buscas a alegada empresa facilitadora de imigração ilegal

​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deu cumprimento, ontem, em Loures, Odivelas e Amadora, a vários mandados judiciais de busca, no âmbito de uma investigação a alegados crimes de auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos.

Uma das buscas decorreu no domicílio do principal suspeito, um cidadão de 44 anos, que foi constituído arguido. As diligências, presididas pelo juiz de instrução do Tribunal de Loures, incluíram ainda buscas nas instalações da empresa de que o suspeito é proprietário e num escritório de contabilidade.

Durante a operação foi apreendida prova documental e digital da alegada atividade criminosa, que será alvo de análise forense.

Há indícios de que o suspeito, agora arguido, utilizaria a empresa de que é sócio-gerente para emitir contratos de trabalho de falso teor em nome de imigrantes nacionais de países terceiros, a fim de possibilitar a sua legalização fraudulenta em Portugal. Alegadamente, os documentos eram emitidos a troco de dinheiro.

Política de privacidade e cookies