Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

SEF cumpre mandado de busca a uma empresa suspeita de angariação de mão-de-obra ilegal

​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) cumpriu, ontem, um mandado judicial de busca a uma empresa sedeada em Cinfães, no distrito de Viseu, no âmbito de um inquérito em que se investigam indícios da prática dos crimes de auxílio à imigração ilegal, angariação de mão-de-obra ilegal, utilização de atividade de cidadão estrangeiro em situação irregular, falsidade informática e falsificação de documentos.

Durante a operação foi apreendida documentação comprovativa da alegada atividade criminosa, incluindo ficheiros em suporte digital, que serão alvo de análise forense, assim como mais de 2.500 euros.

Em complemento, foi, ainda, realizada uma ação de fiscalização a um local de trabalho onde a empresa desenvolve atividade com recurso a mão-de-obra estrangeira em situação irregular.

A sociedade, alegadamente, emprega cidadãos estrangeiros em situação irregular e emite contratos de falso teor, fazendo crer que cidadãos nacionais de países terceiros trabalham em Portugal, quando, de facto, estão noutro país europeu, onde residem e trabalham, conseguindo, assim, e a troco de dinheiro, a documentação necessária à sua regularização fraudulenta em Portugal.

A empresa, enquanto pessoa coletiva, foi constituída arguida através do seu representante legal.

O inquérito em investigação no SEF é tutelado pelo Ministério Público de Lamego.

Política de privacidade e cookies