Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

Nacionais do Reino Unido passam a utilizar e-gates na chegada ao Aeroporto de Lisboa

​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deu inicio, esta semana, ao funcionamento de quatro e-gates de nova geração, no Aeroporto de Lisboa, assegurando um mais rápido e funcional controlo de fronteira nas chegadas, para os cidadãos nacionais do Reino Unido, Austrália, Japão, Nova Zelândia e Singapura.

Estas novas e-gates têm um sistema operativo mais rápido e funcional, que permite processar de forma mais célere a leitura dos passaportes com dados biométricos, e fazem parte de um conjunto de 50 que estão em funcionamento em todos os aeroportos nacionais.

O sistema RAPID possibilita um controlo de fronteira automatizado, supervisionado pelos Inspetores do SEF. De forma automática, e em menos de 20 segundos, o sistema faz a autenticação do documento de viagem e, através de um sistema de reconhecimento facial, compara no momento o rosto do passageiro com a fotografia registada no chip do documento através de um algoritmo proprietário e de uma solução tecnológica de biometria. Depois de validado o processo de identificação, que inclui uma pesquisa em bases de dados internacionais, o passageiro é autorizado a prosseguir viagem. 

O novo sistema realiza este processo em apenas "one step" e todos os procedimentos se realizam numa única paragem do passageiro. 
Na prática, as novas e-gates, além de apresentarem um layout mais moderno e adaptado ao fluxo do passageiro atual, dispõem de algumas características inovadoras com base nos princípios da segurança, modernização e interoperabilidade, culminando numa redução dos tempos em todos os passos do processo. 

Política de privacidade e cookies