Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

Casal constituído arguido por indícios de auxílio à imigração ilegal

​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), na sequência de uma investigação em curso, sob coordenação do Ministério Público da Moita, realizou, hoje, buscas num domicilio no Vale da Amoreira, por suspeita da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. No decorrer das buscas, foi recolhida prova documental relativa à alegada atividade ilícita praticada por um casal no auxílio à entrada e à permanência ilegal de cidadãos estrangeiros em Portugal, a troco de elevadas quantias monetárias.

A mulher, cidadã estrangeira, e o marido, cidadão português, com 55 e 54 anos de idade, respetivamente, foram constituídos arguidos.

Desde 2018, a suspeita terá persuadido, através das redes sociais, dezenas de compatriotas a vir para Portugal, a fim de aqui trabalhar e residir, garantindo-lhes ajuda para a imediata legalização no SEF. Terá, ainda, elucidado os imigrantes a entrar em Portugal como turistas e, com a ajuda do marido, encaminhava-os do Aeroporto de Lisboa para sua casa, cobrando-lhes elevadas quantias pelo transporte, alojamento e despesas alegadamente necessárias para obtenção de contratos de trabalho, abertura de contas bancárias, inscrições nas Finanças e na Segurança Social e demais documentos necessários para a legalização junto do SEF.

A busca ao domicílio dos suspeitos permitiu apreender meios informáticos, telemóveis e abundante documentação como prova dos ilícitos.

Política de privacidade e cookies