Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

SEF desenvolve operação em Coimbra

​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) realizou, esta semana, uma operação em Coimbra, no âmbito de investigações, coordenadas pelo DIAP, relacionadas com a suspeita da prática de atividades criminais, designadamente auxílio à imigração ilegal e exploração laboral de cidadãos estrangeiros em situação irregular no nosso país.

No local buscado, localizado na baixa de Coimbra, além do domicílio, funcionavam os escritórios de empresa associada à matéria em investigação, um salão de cabeleireiro/esteticista e uma creche/ATL. Simultaneamente, foi realizada uma ação de fiscalização a uma obra na cidade de Coimbra, a cargo da empresa em investigação.

Durante as buscas foram apreendidos vários documentos e material informático e de comunicações e identificados oito trabalhadores de nacionalidade estrangeira, um dos quais em situação irregular e quatro sem autorização para exercício de atividade profissional.

Todos os locais eram alegadamente geridos por um casal de cidadãos nacionais, com 24 e 33 anos respetivamente, os quais foram constituídos arguidos assim como a pessoa coletiva.

Aos dois arguidos foi aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência.

A ação contou com a participação conjunta do Instituto da Segurança Social, que, no âmbito das respetivas competências e de processo autónomo em curso, procedeu ao encerramento da creche, na medida em que a mesma se encontrava a funcionar ilegalmente.

Foram envolvidos diretamente na operação doze inspetores do SEF e cinco da Segurança Social.

A investigação do SEF irá prosseguir.

Política de privacidade e cookies