Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

SEF detém três cidadãos suspeitos da prática dos crimes de associação de auxílio à imigração ilegal e tráfico de pessoas

​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve ontem três cidadãos, pastores numa organização religiosa, suspeitos da prática dos crimes de associação de auxílio à imigração ilegal e tráfico de pessoas.

Para além dos três mandados de detenção, o SEF cumpriu ainda cinco mandados de busca domiciliária, na zona da Grande Lisboa.

Nos locais das buscas, foram identificadas cerca de três dezenas de cidadãos estrangeiros, oriundos da América do Sul, alojados nos diferentes locais de culto, em condições muito precárias.

Os cidadãos estrangeiros, angariados pela organização religiosa no país de origem, encontravam-se na sua maioria em situação irregular em Portugal, a exercer atividade laboral subordinada sem o necessário título jurídico válido.

Para além das condições de trabalho, alojamento e salubridade em que foram detetados, os cidadãos estrangeiros, entre os quais crianças, eram sujeitos ao pagamento de quantias de dinheiro para a organização religiosa.

Os detidos vão hoje ser presentes a Tribunal para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

No total, participaram na operação 55 elementos do SEF.

A investigação do SEF irá prosseguir.