Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

Espanha: SEF é exemplo na igualdade de género

​A diretora nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Cristina Gatões, participou hoje, em Toledo, numa conferência internacional sobre a igualdade de género nas forças de segurança, organizada pela Policia Nacional espanhola, onde teve oportunidade de partilhar a realidade do Serviço, onde nos cargos de chefia as mulheres têm um papel preponderante, com 56% a assumir cargos de dirigentes.

Neste encontro, em que participam mais de 42 países, como o Japão, Argentina, Afeganistão, Colômbia, Marrocos ou Austrália, Cristina Gatões deu a conhecer o caminho que o SEF tem vindo a fazer para criar cada mais alianças nas forças policiais, em matéria de igualdade de género.

“Diariamente, as mulheres que trabalham no SEF levam a cabo diversas missões de suma importância para o desenvolvimento do nosso trabalho enquanto serviço responsável pela política migratória em Portugal.

Desde a base da estrutura aos quadros mais elevados, diversas mulheres operam papéis chave", referiu.

Num total de 1.431 funcionários, o Serviço é composto pela carreira de investigação e fiscalização e pela carreira administrativa, sendo que do total dos seus funcionários 56% são homens e 44% são mulheres.

De salientar, ainda que no último recrutamento para a carreira de investigação, cujo curso teve início no passado dia 14 de outubro, a taxa de mulheres é de 44%, “o que reflete as alianças que o SEF tem vindo a criar em matéria de igualdade de género nas forças policiais", concluiu a diretora nacional.