Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

SEF desmantela rede criminosa que se dedicava à exploração de mulheres estrangeiras para a prática de prostituição em Lisboa

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) desmantelou uma rede criminosa que se dedicava à exploração de mulheres estrangeiras para a prática de prostituição no centro de Lisboa.

A investigação desenvolvida pelo SEF no último ano levou ao cumprimento de mandado de busca no local que funcionava como prostíbulo, em regime de 24h/7. Durante a operação “Palito", levada a cabo na passada quinta-feira, foi apreendida abundante prova dos crimes investigados, nomeadamente objetos relacionados com a atividade criminosa e foram constituídos arguidos os dois indivíduos que exploravam o local, indiciados da prática dos crimes de Lenocínio e Auxilio à imigração Ilegal.

No local, exerciam atividade um número elevado de mulheres, de nacionalidade estrangeira.

As mulheres eram controladas pelos arguidos através de um sistema de videovigilância instalado no local, que monitorizava toda a atividade criminosa ali desenvolvida.

Com esta operação, foi possível terminar com a atividade ilícita que permitia grandes proveitos económicos aos arguidos mediante a exploração de várias dezenas de mulheres ao longo dos últimos anos e restabelecer a paz social na vizinhança.

Participaram na operação 7 Inspetores do SEF e 2 elementos da equipa cinotécnica do Grupo Operacional da Unidade Especial de Polícia da PSP, para despiste de tráfico de estupefacientes no local.