Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

SEF sinaliza duas vítimas de tráfico de pessoas

​O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) sinalizou duas vítimas do crime de Tráfico de Pessoas durante várias ações policiais de fiscalização e repressão à exploração laboral de Norte a Sul do país, que terminaram no final do dia de ontem, tendo sido iniciada a consequente investigação criminal contra a entidade empregadora.

Foram identificados mais de uma centena de trabalhadores nacionais e estrangeiros, na sua maioria em explorações agrícolas, tendo cinco entidades patronais sido admoestadas com processos contraordenacionais que podem ir dos €2000 aos €10000 euros por manterem ao seu serviço mão de obra estrangeira em situação irregular.

Estas ações, que visaram o combate ao crime de Tráfico de Pessoas, decorreram em simultâneo em outros 23 Estados Membros da União Europeia, estiveram integradas numa “JAD - Joint Action Day", sob a coordenação da Europol, e tiveram a participação das entidades de inspeção do trabalho dos países participantes, sendo apoiadas em Portugal pela Autoridade para as Condições do Trabalho.

Os resultados globais desta JAD europeia serão, posteriormente, divulgados pela Europol.