Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Português
Português

SEF deteta documentos falsificados no Aeroporto de Lisboa

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, nos últimos dias no Aeroporto de Lisboa, três cidadãos estrangeiros em flagrante delito pela prática do crime de uso de documentos falsificados.

Um dos cidadãos detetados no controlo de fronteira, com destino à Venezuela, foi intercetado pelo SEF por utilização de documento falsificado, com a página biográfica contrafeita.

Veio a verificar-se que sobre ele pendia um mandado de detenção europeu, emitido por Espanha, por suspeitas de pertencer a uma organização criminosa naquele país. O cidadão foi hoje presente a Tribunal, tendo sido conduzido ao estabelecimento prisional junto da Polícia Judiciária onde aguarda extradição para Espanha.

No final da semana, foram ainda detidos dois cidadãos estrangeiros por fraude documental. Um deles viajava com destino a Toronto, fazendo utilização de um documento alheio. Outro cidadão tencionava viajar para Londres fazendo uso de um passaporte falsificado, com a substituição da página biográfica do documento.

Os documentos fraudulentos foram entregues em juízo, junto com os detidos.