O seu browser não tem o Javascript activo.
Your browser does not support Javascript features.
English English |
Página Inicial Página Inicial | Mapa do Site Mapa do Site | Links SEF Links SEF
2017-12-17 21:27 www.mai.gov.pt
PESQUISAR Ok
 + 
+ 
+ 
+ 
Ajuda
Notícias
02 junho 2015
| Nota à Comunicação Social - Desmantelada rede de aquisição fraudulenta da nacionalidade
O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) cumpriu hoje, dia 2 de Junho, três mandados de detenção, assim como 15 mandados de busca em domicílios, estabelecimentos e veículos.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) cumpriu hoje, dia 2 de Junho, três mandados de detenção, assim como 15 mandados de busca em domicílios, estabelecimentos e veículos.

A operação «Livro Mágico» foi desencadeada na sequência de uma investigação que decorre no SEF sob a direção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, na qual é visada uma organização criminosa que, a troco de elevadas quantias monetárias, se dedicava à aquisição fraudulenta da nacionalidade portuguesa para estrangeiros alegadamente nascidos nos antigos territórios portuguesas na Índia, recorrendo a documentos falsos, nomeadamente assentos e certificados de nascimento emitidos de forma fraudulenta.

Através dessa fraude foi atribuída a nacionalidade portuguesa a centenas de cidadãos indianos, com a consequente emissão de passaportes, cartões de cidadão, cartas de condução e outra documentação portuguesa a cidadãos que não são oriundos das antigas colónias portuguesas na Índia.

Em resultado do cumprimento dos mandados foi apreendida volumosa documentação relacionada com o procedimento fraudulento, bem como abundante material informático, telemóveis, correspondência, uma viatura, cartões de crédito e cerca de vinte mil euros, e ainda significativa quantidade de ouro e jóias. Entre a documentação aprendida há prova abundante de que muitos dos que adquiriram a nacionalidade portuguesa têm identidades diferentes daquelas com as quais se apresentaram fraudulentamente a solicitar a nacionalidade portuguesa.

Para além dos três detidos, que irão ser presentes ao juiz de instrução, foram ainda constituídos arguidos cinco dos suspeitos.

A investigação iniciou-se há um ano e meio na sequência de troca de informação com as autoridades dos EUA, Canadá e Reino Unido, países para os quais se dirigiam os que fraudulentamente obtinham a nacionalidade portuguesa.

No decurso da investigação houve troca de informação com a Europol, assim como com os EUA e Canadá via Oficiais de Ligação.

As buscas realizaram-se nos concelhos de Lisboa e Vila Franca de Xira.

Estiveram envolvidos na execução dos mandados 60 operacionais do SEF.

| SITE OPTIMIZADO IE 6.0 OU SUPERIOR PARA 800x600 | POWERED BY S.E.F-IT | Símbolo de Acessibilidade à Web[D] Em conformidade com o nível 'AA' das WCAG 1.0 do W3C